Incêndio florestal

Olá, amigos! Estamos no período de seca e é quando mais precisamos ter atenção com a propagação de fogo no que nos restou de cobertura vegetal. Um incêndio na mata pode ter causas naturais devido ao clima seco e também ser ateado por ação antrópica, ou humana. Essas ações podem causar danos lastimáveis ao meio ambiente mesmo quando o fogo é ateado sem a intenção de provocar um incêndio. Em alguns casos, o incêndio pode ser uma ação criminosa. De qualquer maneira, em todos os casos, um incêndio é extremamente prejudicial. No dia 31 de julho, um incêndio ocorreu na região de Paraty Mirim ao entardecer, no momento, passava pela localidade, quatro guarda-parques do Inea com uma viatura que sempre mantém a bordo equipamentos para situações afins, inclusive de combate a incêndio florestal. Prontamente a equipe se mobilizou, controlou e apagou o fogo, voltando no dia seguinte para medir a proporção da área queimada e fazer o trabalho de identificar a causa, ou causas, do incêndio. Uma área de dois mil metros quadrados foi queimada, e com isso mais um pedaço de nossa riquíssima Mata Atlântica se perdeu. Fiquem de olho porque onde há fumaça tem fogo. Nesses casos, ligue para o Corpo de Bombeiros no 193, ou para os guarda-parques do Inea no 3371-9654. Com um incêndio na mata, não somente perdemos plantas, mas também animais são mortos e desalojados, muitos deles em vias de extinção. Além disso, poluímos o ar que respiramos. Por isso, muita atenção, pessoal. Até!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


× 9 = oitenta um