Paraty abre espaço para a arte contemporânea

De 16 a 18 de novembro, Paraty recebe a terceira edição do Prêmio Belvedere Paraty de Arte Contemporânea.

Na Galeria Belvedere acontece a exposição dos 30 finalistas, escolhidos por um júri formado pelos artistas plásticos Regina Silveira, Luciana Brito, Cláudia Saldanha, Denise Mattar e Renata Rosa.  A premiação será dia 17, na Casa da Cultura, quando o príncipe João de Órleans e Bragança entregará ao vencedor um troféu criado por Patrick Allen.

Regina Silveira, artista de renome internacional, apresentará uma exposição na Casa da Cultura, como convidada de honra. Mônica Nador, outra artista muito conhecida lá fora e que também mantém um trabalho social, ficará dez dias na cidade, criando um mural com os alunos e professores do Cembra.

Cláudia Melli, artista muito ligada a Paraty, apresentará um trabalho especialmente criado para o evento. AoLeo, vencedor da segunda edição do Prêmio Belvedere, vai expor suas fotos no Iphan.

Além deles, cinco artistas que participaram das edições anteriores ficarão uma semana trabalhando com artistas locais: Paulo Von Poser, Fábio Baroli, Carolina Paz, Cristina Suzuki e Fernanda de Araújo, que serão recebidos por Lauro Monteiro, Dalcir Ramiro, Patrícia Sada, Célia Flud e Milton Mota.

Ao mesmo tempo, vários artistas de Paraty abrirão exposições em seus ateliês do Centro Histórico, entre eles Renata Rosa;  Fernando Fernades e Sergio Atilano, do Studio Bananal; Aécio Sarti, Patrícia Gibrail, Patrick Allien, Ricardo Inke e José Andreas.

O 3º. Prêmio Belvedere Paraty também apresentará palestras e encontros com artistas e personalidades da arte contemporânea, como Claudia Saldanha, da Escola de Arte Visual do Parque Lage de Rio de Janeiro; a curadora do evento, Denise Mattar e Luciana Brito, reconhecida galerista de São Paulo.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


8 + = dezesseis